2010_09_21

 

2010_09_21

Halitose

Boca fedida, bafão, não importa qual denominação lhe seja dada, a Halitose ,(mau hálito), é muito comum, e se caracteriza pela saída de odores desagradáveis pela boca.

Algumas vezes passa despercebida por quem a possui, porém, jamais para quem está por perto e/ou convive com a pessoa portadora.

Estima-se que atinja 30% da população abaixo de 50 anos e de 50 a 60 % da população, em geral.

É assim desde muito tempo e foi mesmo citada desde as primeiras publicações ou livros tais com: o Velho Testamento ou pelo Talmud judaico.

A Halitose ocorre em função de muitos fatores, que muitas vezes podem acontecer isoladamente ou em conjunto.

As principais causas do mau hálito podem ser:

-Problemas bucais.(Gengivite, periodontite, cáries, má higiene, falta de escovação da língua, doença infecto contagiosa, alterações na saliva, etc.) .

-Problemas digestivos.(úlcera ou gastrite estomacal, refluxo, bulimia, constipação intestinal,etc.)

-Problemas respiratórios. (infecções, esofagite, sinusite, amigdalite, pneumonia, problemas nasais, etc.)

– Doenças do metabolismo. (diabetes, desidratação, insuficiência renal, etc.)

– Uso de medicamentos. (medicamentos que exalam cheiros)

– Tipos de alimentos. (cebola, alho, etc.)

– Fumo, uso de drogas e bebidas alcoólicas.

– Estresse.

 

Como tratar?

O correto diagnóstico é tão importante quanto o protocolo de tratamento, e direciona às mais diversas áreas da saúde que envolvam o problema, tais como: médicos, dentistas, nutricionistas, fisiologistas, etc.

Hoje existem aparelhos que fazem a Halimetria, (medem a Halitose patológica),diagnosticando e controlando o tratamento.

É muito conveniente prevenir o aparecimento da halitose, levando uma vida saudável, higiene em dia, bem como consultando seus médico e dentista regularmente.

 

 

 

halitose